Fígado

 

LÂMINA K6: Fígado de suíno (HE)

Cápsula: Tecido conjuntivo que envolve o órgão e emite septos para o interior, dividindo-o incompletamente em lobos e lóbulos. O peritônio reveste quase completamente este órgão, mas não aparece nesta lâmina.

Lóbulos: Têm a forma de pentágonos ou hexágonos. No homem a separação entre os lóbulos não é nítida.

Veia centro lobular: Está colocada mais ou menos no centro do lóbulo, sua parede é muito delgada, sendo constituída praticamente apenas por endotélio apoiado em fibras reticulares (fibras visíveis somente na lâmina B5).

Placas de células hepáticas: dispõem-se radialmente a partir da veia centro lobular.

Sinusóides: Situam-se entre as placas de células hepáticas. Suas paredes, além de células endoteliais, apresentam macrófagos que, no fígado, tomam o nome de células de Küpffer (macrófagos visíveis na lâmina K9).

Espaço porta: Está situado no encontro de três lóbulos. Neste local, o tecido conjuntivo se encontra em maior quantidade e, no seu interior, pode-se observar: ramos da artéria hepática, ramos da veia porta, ductos biliares (com epitélio simples. cúbico ou cilíndrico) e vasos linfáticos. Os linfáticos dificilmente são identificados.

 

Fígado: lóbulo (L); veia centro lobular (*); septo (S) (40x).

 

Lóbulo hepático e veia centro lobular (V) (100x).

 

Placas de hepatócitos (H) e sinusóides (S) (400x).

 

Espaço Porta: artéria hepática (A); veia Porta (V) e ducto biliar (D) (100x).

 

Espaço Porta: artéria hepática (A) e ducto biliar (D) (400x).

 

LÂMINA K9 - Fígado (Técnica de coloração vital com tinta nanquim e, após, coloração com Hematoxilina)
As células de Küpffer (macrófagos) fagocitaram a tinta nanquim, que aparece em negro no seu citoplasma. Os núcleos destas células, das células endoteliais e dos hepatócitos, coram-se em roxo pela hematoxilina.

 

Lóbulo hepático: veia centro lobular, placas de hepatócitos e macrófagos (pretos) (100x).

 

Macrofágo do fígado: célula de Küpffer (400x).

 


LÂMINA B5 - Fígado (Técnica de impregnação pela prata)

Esta preparação coloca em evidência fibras reticulares do tecido conjuntivo, que se apresentam escuras em forma de fios e se localizam ao redor dos vasos. Quando localizadas ao redor dos sinusóides hepáticos, diz-se que estão no Espaço de Disse (este espaço somente é visível no ME). A cápsula apresenta principalmente fibras colágenas, que aparecem em laranja ou marrom.

Veia centro lobular (V) e fibras reticulares (em negro) (100x).

 

principal principal

 

Circulatório
Órgãos Linfóides
Digestório
Respiratório
Pele e anexos
Urinário
Glânds. Endócrinas
Genital Feminino
Genital Masculino
Índice Tecidos